Sites Grátis no Comunidades.net
Joel Cleto
Joel Cleto

JOEL Alves Cerqueira CLETO -

JOEL Alves Cerqueira CLETO  - Arqueólogo, Historiador e divulgador da História e Património. Nasceu no Porto em 1965. Licenciado em História (1987) e Mestre em Arqueologia (1994) pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Formador de Professores nas áreas de Arqueologia e História, acreditado pela Universidade do Minho (1997), obteve o título de Especialista pelo Instituto Superior de Administração e Gestão do Porto. Neste estabelecimento de ensino superior é coordenador da área científica de História e docente das cadeiras de História das Cidades e de Arte e Património da licenciatura em Turismo.

Assegura ininterrupta e semanalmente, desde 2006, programas dedicados à História e Património na estação de televisão "Porto Canal". No âmbito da sua relação com o grupo Futebol Clube do Porto Media colabora igualmente com o Museu do Futebol Clube do Porto, projeto ao qual se encontra ligado desde a sua concepção e montagem.

Autor de vários livros e de dezenas de ensaios e estudos de investigação, editados em publicações da especialidade. Alguns dos seus livros estão traduzidos para inglês, espanhol e italiano. É, desde 2008, colaborador permanente da revista “O Tripeiro”, editada pela Associação Comercial do Porto, e desde 2015 da “História – Jornal de Notícias”. Tem-se preocupado igualmente com a divulgação junto do grande público das temáticas relacionadas com a História e o Património, através de conferências, palestras e publicação de artigos na imprensa. Assegura regularmente ciclos de visitas de estudo ao Património para instituições como a Reitoria da Universidade do Porto, Autarquias, centros de formação de professores, Ordem dos Médicos, Montepio Geral.

Pertenceu aos quadros da Câmara Municipal de Matosinhos de 1987 a 2014. Nesta Autarquia foi arqueólogo e, entre outros, desempenhou o cargo de Chefe da Divisão da Cultura e Museus, encontrando-se também ligado à criação do Arquivo Histórico Municipal (1989), ao Gabinete Municipal de Arqueologia e História (1994), ao Arquivo Histórico Fotográfico (1995) e à Rede de Museus de Matosinhos. Dirigiu o Museu da Quinta de Santiago (2002-2009) e diversas intervenções arqueológicas neste concelho, nomeadamente no Castro de Guifões, tanques romanos de Angeiras, sepulturas medievais de Montedouro (Perafita) e no centro histórico de Leça da Palmeira.

Dirigiu escavações arqueológicas em diversos monumentos megalíticos dos concelhos de Baião e do Marco de Canaveses, e no Centro Histórico do Porto.  Desempenhou funções directivas em instituições científicas, entre as quais o Grupo de Estudos Arqueológicos do Porto, o Campo Arqueológico da Serra da Aboboreira, e na Associação Profissional de Arqueólogos.
Como formador tem dirigido regularmente cursos de formação no seio de Centros de Formação de Professores de Matosinhos, Gaia e Porto. A sua actividade lectiva estende-se também a universidades seniores.

Pelo seu programa televisivo "Caminhos da História" obteve, em 2016, da Associação Portuguesa de Museologia, o Prémio de Melhor Produto Media na divulgação de museus. Já em 2012 o mesmo programa merecera-lhe a nomeação pela Sociedade Portuguesa de Autores como autor de um dos três melhores programas de entretenimento/culturais de televisão portuguesa. Foi agraciado, entre outros, com os títulos de "Cidadão do Ano - 2013" pelo Lions Clube de Matosinhos, o Galardão de Reconhecimento de Mérito Profissional pelo Rotary Clube do Porto – Foz (2013) e "Personalidade de Mérito Cìvico de Ramalde", atribuído pela Junta e Assembleia de Freguesia de Ramalde (2004); com o prémio "Porto Cosmopolita" no âmbito dos Prémios BPI/Veris 2012;  com a Medalha dourada por serviços prestados, atribuída pela Assembleia e Junta de Freguesia de Guifões (2010); e com os galardões de Mérito Cultural atribuído pela Assembleia e Junta de Freguesia de Matosinhos (2002); de Mérito Cívico atribuído pela Junta de Freguesia de Leça do Balio (2013); de Mérito e Excelência (categoria Cultura) pela Junta de Freguesia de Leça da Palmeira (2013); e  de Mérito Cultural, atribuído pela Associação das Colectividades do Concelho de Matosinhos (2008).

 

 Genealogia           Viagens